7.24.2015

Resenha "Prodigy" - Marie Lu | Editora Rocco

Oi gente!!!

Tudo bem com vocês? Hoje eu vou falar sobre o segundo livro da trilogia Legend que eu li e me apaixonei. Na verdade já era pra essa resenha ter saído a alguns dias mas... enfim, vamos ao que interessa.


SINOPSE: Prodigy - Os opostos perto do caos. Depois que um cataclismo atingiu o planeta Terra, extinguindo continentes inteiros, os Estados Unidos se dividiram em duas nações em guerra: a República da América, a oeste, e as Colônias, formadas pelo que restou da costa leste da América do Norte. June e Day, a menina prodígio e o criminoso mais procurado da República, já estiveram em lados opostos uma vez.
Agora eles têm a oportunidade de lutar lado a lado contra o controle e a tirania da República e, assim, alterar para sempre o rumo da guerra entre as duas nações. Resta saber se estão preparados para pagar o preço que as transformações exigirão deles.


Depois de finalmente descobrir os horrores que envolvem a morte de seus pais e do seu irmão, June descobre que precisa unir forças com Day e para isso ela acaba tendo que salva-lo da república e acaba sendo caçada como cumplice dele.

Depois de dias fugindo da república eles não tem mais para onde correr então acabam indo atrás da ajuda dos patriotas. Apesar de ter crescido aprendendo que os patriotas eram os vilões da história, eles acabam sendo acolhidos e ajudados de todas as formas necessárias apenas em troca de ajuda para derrubar a república.

June acaba descobrindo que o grande líder desses rebeldes é um importante general e mesmo achando estranho o fato dele conseguir movimentar tudo bem debaixo dos olhos do governo acaba concordando em ajuda-los porque Day precisa urgentemente de uma cirurgia na perna.

O plano dos patriotas: fazer com que June se aproxime do novo Primeiro Ministro e o convença de que está do lado dele e de que estava como refém dos patriotas mas que assim que teve a chance, fugiu na tentativa de alerta-lo sobre uma possível tentativa de assassinato.

Mas, a proximidade que ela tem com o novo governante faz com que ela tenha uma outra perspectiva de como as coisas são e principalmente de como elas poderiam ser.

Gente, fala sério, quando eu achava que a história não podia ficar melhor a autora vai lá e BUM, ta achando que eu dei algum spoiler sobre o desfecho desse livro? Está muito enganado porque isso tudo acontece em algumas poucas páginas e todas as cenas realmente são de tirar o fôlego.

Sinceramente, durante todo livro eu fiquei na dúvida do que viria a seguir, se eles iam se separar porque o ódio que o Day sente da República é imensurável, principalmente porque ele não sabe aonde está seu irmãozinho. E quando ele descobre o que está sendo feito com as crianças que tinham o vírus ele fica com ainda mais raiva (suspense kkk).

A June também tem todos os motivos para odiar a República e querer vingança mas ela vai descobrindo coisas que vão deixando dúvidas se tudo o que ela acredita é mesmo verdade. E isso pode acabar com o relacionamento dela e do Day, caso ela persista no assunto.

É muito bom esse livro gente, emoção do começo ao fim. Muitos tiros, muitas lutas kkkkkkk. Tenho certeza de que vocês vão amar.

Espero que tenham gostado da resenha e que gostem do livro.
Super beijos!

;**

54



3 comentários:

  1. Oi, Ana! Caraca, eu tenho tanto interesse nessa trilogia *O* Os livros parecem ser incríveis e com as suas resenhas, já sei que será uma leitura e tanto!
    Adorei ;D
    xoxo
    http://thoughtsandadventuresruhhbelle.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Oi Ana!
    Parece que essa trilogia tende só a melhorar rs
    Adorei!
    Já estava na minha listinha e continua só que agora estou mais ansiosa para ler :)
    Beijos
    DRi

    ResponderExcluir
  3. Ooooh Ana, da pra parar de postar elogios desse livro? Antes que eu saia correndo pra comprar? Já tinha lido a resenha do primeiro livro e fiquei ansiosa, agora então, quero ler mais ainda. To pobre, posso ficar me interessando por livros assim não hahaha.
    Amei a resenha, beijos!!

    ResponderExcluir