11.25.2015

Resenha "Eu vejo Kate" - Cláudia Lemes | Editora Empíreo.

Oi Gente!!!

Como a maioria de vocês sabem, eu meio que entrei nesse mundo de terror/triller/suspense faz pouquíssimo tempo com o King então, minhas experiências com livros do gênero são bem limitadas mas, quando o livro é bom, não precisa de um histórico passado pra você saber que é, não precisa de milhões de referencias, a unica coisa que ele precisa, é ser lido. E foi o que eu fiz com "Eu vejo Kate". Eu simplesmente li e quanto mais eu lia, mais queria ler e saber o que ia acontecer e por mais incrível e terrível que pareça, me simpatizei com a história, com Kate, com Nathan e com Ryan.


SINOPSE: A HISTÓRIA RECOMEÇA Há um ano, Blessfield, uma pacata cidade do interior da Flórida, enterrou 12 mulheres vítimas do violento e cruel serial killer Nathan Bardel. Ele foi julgado, condenado e morto. Mas antes que as feridas da cidade pudessem cicatrizar, um novo assassino em série surgiu. Mais violento. Mais cruel. Usando o mesmo método que seu antecessor. E ele tem uma obsessão: ela 

ALVO NA MIRA Kate é uma escritora imersa na produção da biografia do assassino em série Nathan Bardel. Enquanto ela mergulha de cabeça na sombria vida do serial killer, ele próprio passa a acompanhá-la vivenciando as experiências conturbadas de sua biógrafa. À medida que se aprofunda nos mistérios de Bardel, Kate desperta outro assassino. Ela não sabe, mas sua vida corre perigo.

SERIAL KILLER X SERIAL KILLER Desde que Kate decidiu escrever a história de sua vida e de seus assassinatos, Nathan Bardel percebeu que mesmo depois de morto, poderia acompanhá-la. Ele vê Kate. Ele lê Kate. Ele a decifra enquanto ela o investiga. Quando Nathan descobre que um novo assassino está imitando seu método e assassinatos, fica furioso. Aquilo tudo lhe pertencia, foi sua criança e ninguém estava a altura de copiá-lo. Agora ele tem uma nova meta: encontrar o imitador. 

CAÇADOR DE MONSTROS Um agente especial do FBI que tem a capacidade de observar a cena de um crime e definir o perfil do criminoso, Ryan é um dos melhores profilers do país. Mas toda sua experiência será colocada à prova na busca pelo serial killer que não deixa pistas. Expert em Bardel, e envolvido com Kate, o detetive com um passado sombrio se vê mais uma vez numa investigação que pode terminar de forma trágica.
O livro é narrado do ponto de vista dos três personagens, Nathan, Kate e Ryan.

Tudo começa quando Kate decide que vai escrever a biografia do famoso assassino em série de Blessfield, Nathan Bardel. Desde esse momento o "espirito" (não sei se posso chamar assim) do assassino passa a perseguir a garota, ele a observa durante várias horas por dia, lê seus pensamentos, sabe de todos os seus sentimento e deseja ardentemente a todo momento poder fazer com ela tudo o que fez com suas outras vitimas. Kate seria sua preferida.



Nathan matava por puro prazer, ele gostava de faze-las gritar, gostava do quanto suas vítimas eram burras a ponto de acreditarem que se fizesse tudo o que ele mandasse sairiam vivas, gostava da sensação do sangue, rubro e quente em sua pele, gostava da sensação de poder, de força, mas o que ele mais gostava, era de depois assinar sua obra, a marca dele era um X que ele deixava em um dos seios de suas vítimas depois de estuprar e esfaquear todas até a morte.



Kate é uma escritora com tendencias auto destrutivas, que viu como uma grande oportunidade, escrever a biografia de um serial killer que viveu e cometeu horrores na mesma cidade em que ela nasceu. Teve vários problemas durante a juventude e adolescência e para aguentar tudo, ela se cortava, pequenos e finos cortes, seus pais e irmã nunca perceberam, ninguém nunca percebeu mas, depois que se formou e começou a escrever esse passado foi ficando para trás, até aquele momento.
Ela se horrorizava e se admirava com as coisas que Nathan fez, ela queria entende-lo, queria entender o que ele sentia, o que o motivava, queria se colocar no lugar de suas vítimas e imaginar o horror dos seus últimos momentos.



Ryan era um renomado profiler do FBI, considerado por muitos o melhor, foi o grande responsável pela prisão de Bardel e mais tarde também por seus depoimentos. Logo após essa prisão, ele acaba perdendo tudo o que importa para ele, mulher, filho, carreira, tudo sem nenhum motivo verdadeiro. Ele vai se ver novamente envolvido nessa trama quando uma escritora aparece na sua porta atrás de materiais sobre o caso Bardel.



Eles vão acabar se envolvendo mais do que desejavam e juntos terão que enfrentar um novo perigo. Um novo serial killer que deixará até mesmo Nathan com raiva, um assassino que irá copiar os mesmos passos do primeiro e que terá Kate como sua obsessão.

Gente, eu amei esse livro. Comecei a ler com muita vontade mas, ao mesmo tempo com bastante medo porque nunca havia lido nada nesse estilo. Kate me fez querer ser tão segura quanto ela, Ryan me fez querer ter toda sua sagacidade e inteligencia e Nathan, me fez querer que ele fosse compreendido.

Eu vejo Kate é um triller psicológico que vai te fazer arrepiar e te prender a cada página, é simplesmente impossível começar ler e deixa-lo de lado.

Super recomendo o livro e minha nota com certeza é 10.

Parabéns a autora Claudia Lemes e a editora Empíreo pela maravilhosa edição. O tamanho das letras é grande, as folhas são amareladas, os capítulos são divididos entre os personagens e todos são identificados para a gente não se perder.

Quem quiser comprar o livro é só clicar aqui.

Amei e espero muito que vocês amem.

Super beijos!!!
;**


3 comentários:

  1. Olá! Acho a capa desse livro maravilhosa, a editora está de Parabéns! Amei a sua resenha, amo livros policiais, e esse ainda tem um "que" de mistério muito interessante, e ser nacional só me motiva mais haha

    Adorei o blog e já estou seguindo, te convido a visitar o meu!

    Beijos,
    Ana | Blog Entre Páginas
    www.entrepaginasblog.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  2. Gostei muito do post
    Dê uma olhadinha no meu blog
    Pode me da sugestões??
    http://apartamentodoslivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir